Clara Raposo é Reitora do ISEG, Escola de Economia e Gestão de Lisboa, Universidade de Lisboa desde julho de 2018, onde é também Professora Catedrática de Finanças desde 2010. Foi Responsável pela Área Científica de Finanças no Departamento de Management, Diretora do Mestrado em Finanças, Diretora do Mestrado em Gestão e Coordenadora da Pós-Graduação em Análise Financeira e do Programa Executivo de Finanças Sustentáveis: Financiamento Verde e Climático.


Carlos Zorrinho é professor catedrático do Departamento de Gestão da Universidade de Évora,[1] foi eleito deputado à Assembleia da República, pelo Partido Socialista, nas eleições legislativas 1995, 1999, 2002, 2005, 2009 e 2011, e chamado a funções governativas em 2000 como Secretário de Estado Adjunto da Administração Interna(sendo primeiro-ministro António Guterres) e em 2009, como Secretário de Estado da Energia e da Inovação(sendo primeiro-ministro José Sócrates). Entre 2005 e 2009 foi coordenador nacional da Estratégia de Lisboa e do Plano Tecnológico.


Catarina Marcelino licenciou-se em Antropologia pelo ISCTE. Construiu o seu percurso de ativismo cívico e político através de experiências de voluntariado na AMI, Comunidade Vida e Paz, na Liga Portuguesa Contra a Sida e como dirigente das Mulheres Socialistas. Trabalhou em Câmaras Municipais, foi Adjunta do Secretário de Estado da Segurança Social e Presidente da CITE. Foi Secretária de Estado para a Cidadania e para a Igualdade, foi Deputada à Assembleia da República pelo Partido Socialista e é Vice-Presidente do Instituto de Segurança Social.


Eugenia Smyrnova-Trybulska é Doutora em Pedagogia, Professora do Departamento de Ciência da Computação e Matemática na Borys Grinchenko Kyiv University; Professora da Universidade da Silésia (Polônia) na Faculdade de Artes e Ciências da Educação em Cieszyn e Coordenadora da Conferência Aspectos Teóricos e Práticos do Ensino à Distância  É autora de mais de 240 artigos científicos e monografias na área de metodologia de E-learning, TIC na Educação, Multimédia, Formação de Professores na área de TIC e e-learning e pesquisadora e coordenadora de vários projetos internacionais de pesquisa e educação, por exemplo (www.irnet.us.edu.pl), editora-chefe do jornal International Journal of Research in E-learning (IJREL),onde publica séries de Indexação de e-learning no WoS.


Fernanda Ledesma é atualmente Presidente da Associação Nacional de Professores de Informática (ANPRI) e Diretora do Centro de Formação de Professores (CFANPRI).
É membro do Concelho Científico do Instituto de Avaliação Educativa.
Tem vários artigos publicados em atas de conferências e revistas, faz frequentemente comunicações em seminários e outras iniciativas no âmbito da atividade docente e enquanto dirigente associativa.
Autora de manuais escolares para a disciplina de TIC, no 7º e 8º anos de escolaridade, na Editora ASA do grupo Editorial Leya.


Filipe Carrera é orador e formador, tendo feito centenas de apresentações em português, inglês e espanhol em cerca de 50 países, em 4 continentes, ajudando milhares de pessoas e organizações a vencerem num mundo cada vez mais global e social.
Foi distinguido com os prémios “Most Outstanding Trainer in Europe” e “Most Outstanding Trainer in the World” pela JCI.
É autor dos livros “Marketing Digital na Versão 2.0”, “networking – guia de sobrevivência profissional” (disponível em português, espanhol, inglês, romeno e mongol) e “Comunicar 2.0 – A Arte de Comunicar no Século XXI” (disponível em português, em inglês, espanhol e mongol).


Henry Chero Valdivieso é professor da Universidade Católica Los Ángeles de Chimbote, Chefe do Escritório de Redes de Cooperação da Universidade Católica Los Ángeles de Chimbote e criador da Rede de Professores da América Latina e Caribe (RedDOLAC), além de ser Diretor do Escritório Técnico da Rede de Universidades Inclusivas Virtual Educa (RUIVE).


João Duque é professor catedrático no ISEG, em 2009 tomou posse como Presidente, terminando o seu mandato em 2012.
Licenciou-se em Organização e Gestão de Empresas pelo ISEG, Universidade Técnica de Lisboa em 1984, obteve o grau de doutor em 1994 pela Manchester Business School com a tese “The Meaning of Implied Volatility in Pricing Stock Options Traded in Options Markets”.
Para além das actividades académicas, João Duque também escreve a coluna Confusion de Confusiones no Expresso e foi um dos membros do painel permanente do programa Plano Inclinado no canal de televisão português SIC Notícias, canal onde permanece como comentador económico.


João Gabriel Ribeiro é Co-Fundador e Director do Shifter. Assume-se como auto-didacta obsessivo e procura as raízes de outros temas de interesse como design, tecnologia e novos media.


Jorge Araújo, 74 anos, ex- Reitor da Universidade de Évora por três vezes e durante 12 anos, condecorado recentemente por Cavaco Silva com a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública, foi agora homenageado pela sua Universidade, que atribuiu o seu nome à Biblioteca do Colégio dos Leões, numa cerimónia do dia da Escola das Artes.


Nataliia Morze é professora da Borys Grinchenko Kyiv University, membro correspondente da Academia Nacional de Ciências Pedagógicas da Ucrânia. Os seus interesses profissionais e científicos são nas áreas de tecnologias de ensino à distância, educação de adultos, implementação de tecnologias de informação e comunicação no processo educacional de instituições de ensino secundário e superior, criação de ambiente de ensino e aprendizagem científica e desenvolvimento de competências de informação de professores. É autora de mais de 400 artigos científicos na área da informática, informática em escolas primárias e secundárias, metodologia de aprendizagem, TIC na educação, multimídia, formação de professores na área das TIC e e-learning. É pesquisadora e coordenadora da Ucrânia e de projetos científicos e educacionais internacionais.


Neuza Pedro é professora Auxiliar com Agregação do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Doutorada em Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.  Integra atualmente o Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua de Professores Português. Assume a coordenação do Mestrado em Ensino da Informática e do Mestrado em Educação e Tecnologias digitais do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, integrando igualmente a Comissão diretiva do Programa Doutoral Technology-enhanced Learning & Societal challenges das Universidades de Aveiro, Lisboa e Minho. Desenvolve investigação nas áreas de formação de professores, EdTech, Innovative Learning environments e 21st-century skills. 


Oriol Parés é especialista em radio-oncologia. O Dr. Parés juntou-se à Fundação Champalimaud em 2012, onde é, desde então, responsável por radio-oncologia na unidade do Digestivo, fazendo também parte da unidade da próstata. Os seus interesses são problemas pélvicos e toxicidades relacionadas com tratamentos. Em 2009, após a conclusão da sua especialização, foi galardoado com um prémio para a melhor discussão de casos clínicos, pela Sociedade de Oncologia Catalano-Balear.


Sixto Cubo Delgado é diretor do Departamento de Ciências da Educação da Universidade de Extremadura e professor dos programas de doutorado desse departamento, ministrados em várias universidades europeias, latino-americanas e africanas. Professor Universitário na Área de Métodos de Investigação e Diagnóstico em Educação do Departamento de Ciências da Educação da Universidade da Extremadura. Graduado e Doutor em Psicologia pela Universidade Autônoma de Madrid. A tese de doutorado, intitulada DID: Sistema Especialista para Avaliação e Diagnóstico da Depressão, teve como objetivo projetar, desenvolver e avaliar um sistema baseado em inteligência artificial para avaliar, de acordo com os protocolos de análise do comportamento funcional e diagnóstico nosológico do DSM, problemas depressivos. Ocupou cargos de responsabilidade na gestão acadêmica, como a direção do Departamento de Ciências da Educação, a coordenação do Programa de Doutorado em Inovação na Formação de Professores, o aconselhamento e análise da prática educativa,  a coordenação do Mestrado Universitário em Investigação em Formação de Professores e TIC, a direção da modalidade virtual do C.A.P.; a direção do Mestrado em Educação Especial e a inclusão Educacional. É membro do Conselho de Administração da Universidade da Extremadura, membro do Senado Universitário; Diretor da Secretaria de Novas Tecnologias e Recursos Virtuais, diretor de Pesquisa e Prospecção Educacional do I.C.E. e diretor de Novas Tecnologias do I.C.E.


Xabier Bosagain é engenheiro de Telecomunicações pela UPM, Doutor pela UPV-EHU. Professor da Universidade do País Basco – Euskal Herriko Unibertsitatea do Departamento de Engenharia de Sistemas e Automação da Escola Técnica Superior de Engenharia de Bilbao. Ministrou cursos de sistemas digitais, microprocessadores, controle digital, modelagem e simulação de sistemas de eventos discretos, aprendizagens  e ferramentas colaborativas para a educação. A sua investigação desenvolve-se nas seguintes áreas: a) soft computing e ciências cognitivas aplicadas a STEM, b) tecnologias de aprendizagem e ensino aplicadas à educação online e educação inclusiva, c) realidade aumentada / virtual e tecnologia móvel.


Madalena Pereira


Luís Costa Alves


Leandro Martins


José Ramalho Almeida


Olga Yakovleva é docente do programa de mestrado em Tecnologias da Informação na Educação. Desenvolvedor do conteúdo e métodos de ensino das disciplinas, Comunicação de ambiente virtual de aprendizagem, Atividades educacionais em e-learning. Cursos de formação de professores no uso da tecnologia da informação na educação. O professor da Intel – Ensine para o Futuro.


Jorge Pinto é presidente do Conselho Técnico Cientifico da Universidade do Minho e autor de várias publicações, editadas em Portugal e no estrangeiro.Investigação em Estudos da Criança da Universidade do Minho.
As áreas de investigação predominantes incidem sobre a avaliação das aprendizagens, em particular no 1º ciclo do Ensino Básico, na formação inicial de professores e recentemente sobre a articulação entre a avaliação formativa e sumativa.
Coordenador institucional de um projeto europeu Erasmus + K2 sobre a prevenção do abandono escolar precoce.
No âmbito dos TEIP é perito externo do Agrupamento de Escolas de Escolas José Saramago – Poceirão.
Integra a Equipe de formadores do Projeto PAT (Projeto de Aprendizagem para Todos) em Angola nas áreas da diferenciação pedagógica e avaliação das aprendizagens